Vaginas cuspideiras ou mera ejaculação feminina?

Por Tico Reis

Já pensaram em algo diferente dentro, literalmente, da sexualidade? E se tal pensamento fosse jogado pra fora tipo veneno de cobra cuspideira? Por óbvia compreensão, até as loiras diriam que se trataria de uma ejaculação (mesmo que precoce). – Mas realmente a trepada díspar é nada menos que ejaculação…

Ainda que a discórdia tome conta da suruba dos especialistas, a mulherada é capaz de ejacular. Por enquanto, os casos são raros. Porém, pode-se declarar que existem até dicas para o cuspe acontecer numa pegada de longas distâncias. – Seriam buças adestradas para se tornarem serpentes do sexo? Praticamente e tão venenosas quanto…

Não é necessário entrar muito no mérito científico para comprovar o fato. Basta saber que o líquido ejaculado pelas garotonas veneno é semelhante ao sêmen masculino. A diferença? Apenas a ausência de espermatozóides. E muitas dessas felizes se surpreendem com a capacidade de suas desejosas em jogar para fora o fruto de tanta felicidade.

Nas primeiras vezes dos causos, algumas até acham que estão mijando em orgasmos. Molham tudo e mais um pouco por meio de seus meios quão mangueiras quase a jato. Inclusive, em pesquisas, essas felizardas declaram que o orgasmo é muito além do provérbio que diz: “isso é do caralho”. – Não: pois é da buceta mesmo!

De acordo com peritos em vagina, ao atingir o orgasmo, a magnífica se contrai liberando de 15 a 200 ml do líquido ejaculado. Para esses especialistas, no entanto, a ejaculação na maioria das mulheres é imperceptível em razão do volume pequeno do fluído – daí confundir-se com a lubrificação.

Por bem ou mal, a opinião prevalente é a de que mulher pode ejacular. Tanto que não são poucos os filmes pornôs que exploram essa capacidade. Claro que, para tanto, muitas atrizes passam por testes rigorosos feitos por privilegiados produtores que se assumem como sofredores duma vida bem foda. Realmente…

Então, fica a questão: vaginas cuspideiras ou mera ejaculação feminina? Diante do exposto, a resposta parece simples: as duas coisas numa só!

Publicado em 01/10/2011, em Sexo com Reis!, Sexologia e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. exelente , poderia ter o video.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 76 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: