Arquivos do Blog

A posição do amor

Por Casal Kama Sutra do Melhores Baladas

via Tico Reis

Nós ficamos muito felizes por viver muitos momentos lindos. Após tantas emoções, o amor provou mais uma vez sua força em forma de extremo carinho mútuo. Quantos dias nós nos entregamos ao maior prazer da vida; aquele em que o corpo e a alma se unem num só espírito pela estrela de amar.

Quando recebemos a proposta para este quadro, ficamos muito ressabiados. Isso porque a sociedade atual vive excessos de hipocrisia e falsos moralismos baratos. E o barato muitas vezes sai bastante caro… Então, a dúvida foi grande no dia em que recebemos o convite para ser o casal Kama Sutra do Melhores Baladas.

No entanto, a figura de Tico Reis se fez decisiva em nossa escolha. Com boas palavras e uma ética fora do comum, ele nos garantiu total sigilo e muito respeito do início ao fim. E foi realmente o que aconteceu ao longo desses meses… Aliás, os mais divertidos e felizes de nossas vidas.

Foi muito bom poder transmitir o nosso amor à sociedade. Além disso, pudemos compartilhar muitos conhecimentos e aprender coisas que jamais imaginávamos. Inclusive, nosso amor, já forte, fortaleceu-se ainda mais. Com uma linda orientação, passamos a nos conhecer melhor e decifrar um ao outro com outros olhos.

Felizmente, soubemos que o reconhecimento aconteceu de forma considerável. Porém, ficamos um pouco tristes quando tivemos conhecimento de alguns pré-julgamentos. A seriedade do que fizemos foi muito grande. Houve bastante entrega de nossa parte para levar as luzes de nosso amor a terceiros (um verdadeiro desafio, aliás).

Como li por aqui, a pornografia está nos olhos de quem é pornográfico por natureza. Sexo representa apenas um dos atos mais bonitos da vida. E se feito com amor, torna-se ainda mais incrível em todas as suas formas (independente de posições). Por sinal, a sexualidade nada mais significa do que “instinto”.

O que quisemos passar, em suma, é que numa relação a dois tudo pode e deve ser válido caso haja respeito entre os parceiros. Às quatros paredes o casal ou bacanal está livre para sentir o melhor que desejar. Moralismos são impeditivos da realização do querer; podendo, portanto, trazer problemas de ordem sexual ao indivíduo.

Enfim, os objetivos foram alcançados. E para encerrar com uma relação sexual de ouro, praticamos a posição de que mais gostamos. No famoso papai / mamãe, amamo-nos em uma linda noite de primavera. Despidos de mundo, vivemos um momento paralelo à existência do tempo e espaço. Tudo em nome exclusivo do amor!

Muito obrigado, Melhores Baladas! Estar aqui fez toda a diferença em nossas vidas; e acreditamos que na de muitos por aí. Quem sabe voltaremos em breve; mais uma vez nus para levar a força de nosso sentimento a todos que nos permitirem. Foi uma honra fazer parte dessa inesquecível empreitada do amor.

Com o fruto do amor

Nota: este texto foi escrito com base nas idéias, relatos e mensagens do casal; que então aprovou plenamente cada palavra após uma leitura conjunta. 

Pornografia na cabeça broxada dos falsos moralistas!

Por Tico Reis

Enquanto as falsas moralidades se espalham por mentes profanas, o sexo se torna plenamente pornografia. Pessoas mal formadas e quiçá infelizes transformam a seriedade da “coisa” na boçalidade que carregam literalmente em suas cabeças vazias. Na verdade, são corpos despidos de capacidade laborativa para enxergar algo além dos próprios pré-conceitos.

E por falar em pré-conceito, tais seres se afogam no esperma desse. A bem da realidade, jogam suas sujeiras para debaixo de tapetes mofados. Claro, não querem ser mal falados por seus desejos e atitudes reais. Ao mesmo tempo, os “supostos” libertinos são execrados por tratarem a sexualidade com amor.

Diante desse quadro, máscaras são vestidas por uns e verdades então despidas por outros. Quem leva a pior? Óbvio que aqueles que verdadeiramente representam o papel de si mesmos (sem teatros, sem enganos). Reputação? Apenas a sinceridade daquilo que se é com muito orgulho e sem qualquer temor (ausente a tal falsidade).

Na mesma medida da censura, surgem também os falsos conceitos. Nada pode ser dito porque para hipócritas nenhuma verdade deve ser exposta. Assim, fraudando a própria essência, eles se escondem atrás de espelhos sociais maldosos. Ou “fingir ser” dignifica atitudes de bem?

Coincidência ou não, as pessoas que mais atuam em prol de si e da sociedade são aquelas que vivem nuas; ou seja, sujeitos com conceitos pessoais até mesmo em carne viva. Tais indivíduos, ora felizes e sofredores num mesmo passo, são marginalizadas pelas maldades em pré-julgamento de verdadeiros tiranos duma inquisição bacanal.

De qualquer modo, mesmo agredidos, por sua ética em alma, os bons seguem em caminhos de bem custe o que custar. Até porque, hora ou outra, a camuflagem dos maus se dissolve tal qual camisinha comestível. Realmente, ser falso consigo mesmo e a sociedade possui conseqüências inevitáveis nalgum momento da vida… A verdade sempre aparece e cresce!

Nota: o casal Kama Sutra, formado por pessoas que se amam e realizam a sexualidade com amor, volta na semana que vem para o último e mais emocionante episódio da temporada. E, claro, sem falsos moralismos exclusivos de gente verdadeiramente pervertida!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 77 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: